Gravação com a TV Maxambomba para o projeto Redes de Memória e Resistência

Sexta-feira, dia 18/08 o pessoal da Rede de Museologia Social do Rio de Janeiro (Remus) e MacacuCine, visitaram o Cecip para uma conversa com Claudius Ceccon, Gianne Neves, Luiz Carlos Lima e Shirley Martins, sobre o Ponto de Memória da TV Maxambomba. Essa entrevista fará parte do projeto Redes de Memória e Resistência (um documentário e uma publicação) com o objetivo de mapear, fortalecer e divulgar as ações de instituições parceiras da Remus que atuam no campo da memória, patrimônio e cultura.

 

20863417_1371883572910191_9033071671123934238_o

Rede de Museologia Social do Rio de Janeiro

A Rede de Museologia Social do Rio de Janeiro tem como objetivo promover a conexão e a troca de experiências entre comunidades populares, movimentos sociais e instituições que atuam no campo da memória , patrimônio e cultura. Surge com o intuito de potencializar a memória como fator de inclusão e transformação social, integrando e dando voz às diversas iniciativas e narrativas históricas que compõem o Rio de Janeiro.

Ponto de Memória da TV Maxambomba

A TV Maxambomba foi o projeto pioneiro do CECIP, realizado na Baixada a partir de 1986. O objetivo era democratizar a informação. A ação da TVM, durante 15 anos, consistiu na produção e exibição de vídeos em praças nos bairros da Baixada, em um telão armado sobre uma Kombi.

A TVM trabalhou com a participação dos moradores registrando seu cotidiano, valorizando os seus saberes, trazendo suas histórias, seus costumes, resgatando culturas que compõem essa população, oriunda de diferentes regiões brasileiras.

Por esse trabalho, o CECIP foi reconhecido, em 2014, como Ponto de Memória pelo Instituto Brasileiro de Museus – Ibram/MinC. Isso viabilizou a divulgação do Banco de Dados que está em constante processo de ampliação e disponível para acesso de todos.

Saiba mais:
www.cecip.org.br/tvmaxambomba
https://www.youtube.com/cecip
https://www.facebook.com/tvmaxambomba

Comentários